Categorias
Bem estar Saúde em Foco

Como normalizar os níveis de colesterol sem uso de medicamentos

O colesterol é um tipo de lipídeo (gordura) que possui diversas funções, como a formação de membranas celulares, é componente dos sais biliares e precursor de hormônios sexuais envolvidos com a fertilidade e da síntese de vitamina D.

A dislipidemia é caracterizada pelas concentrações anormais de qualquer uma das lipoproteínas (colesterol) – quilomícrons, VLDL, IDL, LDL ou HDL – e lipídeos no sangue. Acredita-se que a presença de altas concentrações plasmáticas de colesterol seja o principal fator para determinar o processo de formação e desenvolvimento da aterosclerose (placas de gordura nos vasos sanguíneos).

O excesso de colesterol, sob a forma de lipoproteínas de baixa densidade (LDL), aumenta numa razão diretamente proporcional à quantidade de gordura saturada presente na dieta diária. O colesterol da dieta também aumenta seus valores plasmáticos, embora em menor grau. Acredita-se, portanto, que os fatores dietéticos contribuam para o aumento do colesterol e o desenvolvimento da aterosclerose

É importante salientar que aterosclerose pode levar ao aumento da pressão arterial e problemas cardíacos. Em consonância com a sua causa que pode ser influenciada pela alimentação, o seu tratamento requer cuidados com a alimentação e suplementação como coadjuvante.

Se você quer saber mais sobre como normalizar os níveis de colesterol, confira abaixo  a lista de suplementos que podem te auxiliar nesse processo:

Ômega 3 Super DHA e EPA

As dislipidemias, responsáveis pela origem de problemas cardíacos, estão associadas ao aumento das lipoproteínas VLDL e/ou LDL e pela diminuição de HDL. O Ômega 3 possui função no metabolismo destas lipoproteínas, pois interferem nas suas concentrações sanguíneas.

Os estudos mostram que óleos de peixe ricos em EPA e DHA diminuem a concentração de VLDL no plasma e diminuem a taxa de secreção promovida pelo fígado, além de diminuir a quantidade dos triglicerídeos presentes na partícula. Estes efeitos ocorrem pois, os óleos de peixe como o Ômega 3 Super DHA ajudam a regular a produção hepática de VLDL, de várias formas:

  • Inibindo a síntese de ácidos graxos pelo fígado;
  • Aumentando a oxidação de ácidos graxos hepáticos;
  • Diminuindo a esterificação de triacilgliceróis e colesterol hepáticos pelo fígado;
  • Aumentando a degradação da apolipoproteína B (ApoB), proteína componente da VLDL.

Isto é uma forma “complicada” de dizer que a suplementação com Ômega 3 enriquecidos com DHA e EPA podem ativar mecanismos envolvidos na diminuição da concentração dos triglicerídeos.

Lembrando que o Ômega 3 Super DHA da NatusVita, possui alto teor de Ômega 3 e, principalmente DHA e EPA. Para melhores resultados, ele deve ser consumido de forma crônica.

Fitoesteróis

Fitosterois são componentes encontrados em plantas, mas são semelhantes à molécula de colesterol, que é de origem animal. Por essa semelhança estrutural, o consumo de Fitosteróis que é o principal ingrediente do Óleo de Fitoesterois, pode ajudar a inibir a absorção de colesterol. Este mecanismo ocorre, pois os fitosteróis substituem o colesterol nas micelas mistas, levando à inibição da absorção de colesterol. Além da redução da absorção do colesterol, os fitosteróis promovem um aumento na expressão de receptores hepáticos de LDL, contribuindo para a redução da concentração sérica de colesterol.

Psyllium

O Psyllium é extraído da casca da semente da Plantago Ovata, por isso, possui alto teor de fibras. Por meio de suas fibras solúveis, após ser consumido, o Psyllium absorve água e se transforma em composto gelatinoso. Essa estrutura formada pela junção de fibra e água se liga ao colesterol e a outras gorduras,  possibilitando que sejam todos eliminados pelas fezes. Por isso, o Psyllium pode ajudar a melhorar a taxa de colesterol LDL por diminuir a sua absorção no intestino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *