Categorias
Saúde em Foco

Como saber se você tem fibromialgia?

Se a fibromialgia pudesse ser resumida em uma palavra, essa palavra seria ‘dor’. Quase todos os portadores desta condição experimentam dor latejante, sensação de queimação, sensibilidade ao toque e a impressão de estar sendo espetado por agulhas. Esta é uma condição nada invejável que deixa as pessoas tão sensíveis que mesmo o menor toque faz com que elas sintam dor. Pode demorar cerca de 2 anos para diagnosticar corretamente a fibromialgia, já que não há nenhum teste específico para isso e os sintomas podem ser confundidos com outras desordens. Então, como saber se você tem fibromialgia?

Manifestações da fibromialgia

Diagnosticar a fibromialgia é difícil, afinal, um quadro de dor pode indicar praticamente qualquer coisa. Ela não apresenta sintomas evidentes e os sintomas que podem aparecer são muito comuns e exibidos em várias outras doenças, como artrite, artrose, bursite e esclerose múltipla, por exemplo.

Por isso, vamos abordar outros sintomas da fibromialgia além da dor. Se você perceber que tem alguns ou vários desses sintomas, enquanto sente uma dor inexplicável, procure um médico.

Sintomas além da dor

É fácil ignorar os sintomas da fibromialgia e pensar que são apenas os inconvenientes usuais do cotidiano, que aparecem de vez em quando, mas, na realidade, você pode estar tendo fibromialgia e não saber disso. Saiba mais:

  • Distúrbios do sono

Quem teria pensado que ter dificuldades para dormir se traduz em ter fibromialgia? Embora a dor possa fazer com que os pacientes interrompam o sono ou tenham dificuldade em adormecer, há também a questão de acordar mais cansado do que quando foi para a cama.

  • Fadiga extrema

Embora a fadiga normal após um longo dia de trabalho ou após uma sessão de treinamento de alta intensidade na academia seja normal, as pessoas que sofrem de fadiga extrema sem motivo podem estar com fibromialgia. Elas sentem que seus membros estão pesados e seus corpos tiveram toda a energia “sugada”, sem motivo aparente. Mesmo que seus dias não sejam tão cheios, estão sempre cansados e a fibromialgia pode ser o motivo.

  • Síndrome do intestino irritável

Este é outro sinal de fibromialgia, porque afeta o sistema digestivo causando má digestão, inchaço, dores de estômago, diarréia e assim por diante. Embora a dor de barriga ocasional faça parte do curso, se isso acontecer com frequência crescente, você pode estar tendo fibromialgia.

  • Dores de cabeça

Infelizmente, todos nós já tivemos isso e o recurso usual é tomar um medicamento e deixar a dor de cabeça passar. No entanto, se suas dores de cabeça continuarem ocorrendo e você sentir que seu pescoço e ombros estão tensos e doloridos, pode ser devido à fibromialgia.

  • Mal-estar geral

Um dos principais indicadores da fibromialgia é a sensação geral de desconforto no corpo. Seus músculos ficam mais tensos e doloridos. Seu corpo parece mais rígido e menos flexível. Você pode se sentir confuso e ter uma ‘névoa cerebral’ que você simplesmente não consegue afastar. Você também pode ficar mais sensível ao cheiro e à luz. O odor de certos alimentos pode enojá-lo. A luz brilhante pode de repente parecer desconfortável e os sons podem parecer mais altos e irritá-lo ainda mais.

Seu humor também vai oscilar mais facilmente. Ansiedade, depressão, irritação etc. se tornarão mais comuns e você não terá ideia do porquê.

Todos esses são sinais e sintomas da fibromialgia. Existem muitos outros sintomas que vão desde a síndrome das pernas inquietas até espasmos musculares. Seu médico é a melhor pessoa para aconselhá-lo sobre isso. Procure ajuda médica profissional em tempo hábil se você acredita que pode ter fibromialgia.

Por que o Magnésio Dimalato é indicado na fibromialgia?

O Magnésio Dimalato é composto pelo mineral Magnésio e por Ácido Málico. Devido às convincentes evidências de que o Ácido Málico desempenha um papel fundamental na produção de energia, especialmente durante as condições hipóxicas (baixa concentração de oxigênio nos tecidos), os suplementos de Magnésio Dimalato foram examinados quanto aos seus efeitos sobre a Fibromialgia. Na fibromialgia acredita-se que o Ácido Málico possa prevenir a hipóxia nos tecidos musculares, ajudando esses tecidos a obter mais oxigênio, melhorando a produção de energia nas células musculares, prevenindo a ruptura do tecido muscular, prevenindo e melhorando a dor.

No estudo realizado para atestar a eficácia da suplementação de Magnésio Dimalato no tratamento da síndrome da fibromialgia, 24 pacientes foram submetidos à suplementação diária durante 6 meses. Os pesquisadores mediram a dor e a sensibilidade dos pacientes e obtiveram resultados significativos e positivos quanto aos sintomas avaliados. A conclusão do estudo foi que a suplementação de Magnésio Dimalato é segura e pode ser benéfica no tratamento de pacientes com Fibromialgia. Além disso, o mineral Magnésio participa de reações bioquímicas envolvidas no controle dos canais de cálcio que estão ligados ao estímulo da dor, além de ter efeito relaxante o que melhoraria o quadro de dor e ajudaria na qualidade do sono.

A fibromialgia não tem cura, por isso, é uma condição que irá se arrastar ao longo da vida. Logo, manter alguns hábitos é essencial para conseguir controlar os sintomas e viver de maneira mais saudável. Mantenha um estilo de vida mais leve, controle o estresse, se exercite regularmente, coma de forma saudável e natural. Uma vida mais saudável pode ajudar a melhorar os sintomas e manter a sua qualidade de vida.

 

4 respostas em “Como saber se você tem fibromialgia?”

Olá Ivaneide!
Essas dores e queimações, são queixas comuns na Fibromialgia. Se a dor for crônica, sem motivo e só passa com analgésico, você já acorda e cansada e se sente fadigada durante o dia todo, mesmo que não tenha motivo para isso, você deve investigar. Não existe exame bioquímico para detectar a Fibromialgia, somente o médico reumatologista após um exame clínico e análise das suas queixas, poderá fazer um diagnóstico correto.
Mas, dores nas articulações de maneira isolada, também pode indicar artrite/artrose. De qualquer forma você deve procurar orientação médica.

Boa tarde. Sinto de uns tempos para cá uma dor nas articulações do joelho braços nas mãos e calcanhar direito inclusive inchado e muito dolorido posso tomar algo para melhorar essas dores?

Olá Elane!
Para dores nas articulações, a indicação é o colágeno tipo 2 não desnaturado> https://www.natusvita.com.br/colageno-tipo-2 Ele é um tipo de colágeno específico para a função articular, inclusive quando à quadro de dor (inflamação). O Magnésio Dimalato também pode ajudar> https://www.natusvita.com.br/magnesio-dimalato-capsulas O Magnésio tem ação nas articulações, ossos e músculos, modula as vias da dor e tem ação anti-inflamatória. O ideal é combinar o consumo desses dois suplementos. Agora, se você quer um suplemento mais completo, tem o Flex Upper> https://www.natusvita.com.br/ListaProdutos.asp?IDLoja=13089&Digitada=True&Texto=flex+upper&x=0&y=0 Ele tem Colágeno tipo 2, Magnésio Dimalato, Ácido hialurônico (lubrificação das articulações) e os minerais Cobre, Manganês e Zinco, que estão envolvidos na manutenção das articulações e ossos.

Deixe um comentário para admin Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.