Categorias
Saúde em Foco

Falta da Vitamina D – Pode causar problemas?

Sofre com a falta de vitamina D? Conheça as consequências!

As vitaminas são micronutrientes que atuam de diversas maneiras no funcionamento do nosso organismo e, principalmente, com funções essenciais no nosso metabolismo corporal.

Dentre as várias vitaminas essenciais para nossa saúde – e muito conhecidas por todos nós – como a C, o complexo B, A e E, uma outra vitamina tem ganhado destaque quando o assunto é qualidade de vida: a vitamina D.

De maneira geral, muitos de nós apresentamos uma discreta deficiência quando mensuramos o volume de vitamina D que temos circulante no corpo. O motivo? Ou ingerimos poucas fontes desse composto, ou temos pouco contato com o sol ao longo do dia (um dos responsáveis pela formação do micronutriente). Mas se é tão difícil consumir vitamina D – e tão fácil desenvolver sua deficiência – a falta desse nutriente no corpo é tão ruim assim? É possível desenvolver algum problema por falta da mesma?

Assista para entender qual a melhor forma para você consumir Vitamina D

O que é Vitamina D?

A vitamina D, também chamada de calciferol, é uma vitamina classificada como lipossolúvel – que é solúvel apenas em gordura, não em água. Produzida de maneira natural e endógena por nosso corpo através do contato da luz solar com o tecido da nossa pele, essa é uma vitamina que também pode ser ingerida através da alimentação, em produtos específicos e com alta concentração do nutriente.

Para que serve a Vitamina D?

A vitamina D é chamada por profissionais da saúde de vitamina, mas na verdade ela tem uma atuação no organismo como um hormônio. Como a grande maioria dos tecidos e sistemas corporais apresentam um receptor para ela, assim como acontece com os hormônios, ela é utilizada de maneira diferente das vitaminas na nossa saúde.

De maneira geral, a vitamina D é responsável por funções como a fixação do cálcio nos ossos, controle do peso corporal, atuação na saúde mental e até mesmo fortalecimento de todo o nosso sistema imunológico.

A função mais famosa e conhecida da vitamina D, entretanto, é a de fixação do cálcio nos ossos e, por isso, por mais que você tenha uma boa ingestão desse mineral no seu dia a dia, sem a vitamina D ele não será utilizado da maneira correta.

Como a carência de vitamina D se desenvolve?

A deficiência de vitamina D se desenvolve como uma deficiência de outro nutriente qualquer: por falta de ingestão ou produção desse nutriente no dia a dia. Isso significa, no caso da vitamina D que você pode estar com dois comportamentos inadequados na sua rotina diária:

  • Não está se expondo ao sol como deveria, especialmente em horários em que esse contato da luz solar com a pele é saudável (7 às 10 da manhã, 16 às 18h da tarde);
  • Não está consumindo alimentos que são fonte rica dessa vitamina e, por isso, podem favorecer a sua presença no organismo;
  • Está manifestando alguma condição clínica que prejudica a absorção ou produção dessa vitamina pelo organismo.

Alguns fatores de risco também podem ser associados a uma facilidade maior para desenvolver a deficiência de vitamina D:

  • Uso de medicamentos corticoides e anticonvulsivantes;
  • Pele negra;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo.

Sintomas e Problemas da Falta da Vitamina D

A falta de vitamina D no organismo, como a falta de qualquer outro tipo de vitamina essencial no corpo, pode resultar em sintomas que desfavorecem a saúde em vários aspectos. Os sintomas da falta de vitamina D podem se manifestar na forma de:

Enfraquecimento dos ossos

Por ser a vitamina responsável pela fixação de cálcio nos ossos, a deficiência dela no sangue vai resultar em um enfraquecimento das estruturas pela falta do mineral. Além disso, os níveis de cálcio no sangue também estarão reduzidos.

A falta do cálcio também pode ser responsável, especialmente em crianças, por raquitismo, crescimento tardio e osteomalácea.

Dores musculares e falta de equilíbrio

A vitamina D também atua na musculatura corporal e na nossa sensação de equilíbrio. Sem ela, os quadros de dores e dificuldade no equilíbrio são mais comuns.

Doenças cardiovasculares

A ação “hormonal” da vitamina D também é importante para o funcionamento do coração. Por isso, sua deficiência pode ser responsável pelo desenvolvimento de condições cardiológicas como a hipertensão e a arritmia.

Alterações na glicemia sanguínea

Baixos níveis de vitamina D podem resultar em altos níveis de glicose circulante no sangue e, consequentemente, desenvolvimento de quadros de diabetes de difícil controle.

Sistema imunológico ineficiente

Como uma das responsáveis por ativar e fortalecer o sistema imunológico, a ausência da vitamina D também prejudicar a resposta do nosso organismo a doenças e infecções.

Alterações emocionais

Já se sabe que a deficiência de vitamina D no organismo pode estar relacionada a alterações no humor, levando a um quadro de depressão.

Maior risco de câncer de pele

A vitamina D também pode apresentar um efeito protetor para a saúde da pele, levando ao desenvolvimento de câncer de maneira mais fácil quando em deficiência.

Como reponho a vitamina D no corpo?

A vitamina D no corpo pode ser reposta de três maneiras diferentes:

  • Via alimentação;
  • Via maior exposição solar;
  • Via suplementação.

Via alimentação é possível conseguir repor vitamina D consumindo alimentos como sardinha, atum,  salmão, óleo de fígado, bacalhau, leite, manteiga, ovos, frutos do mar.

Via exposição de raios solares, é possível obter volumes de vitamina D satisfatórios produzidos de maneira endógena. Para isso, basta tomar sol no período de 7 as 10h da manhã ou 16 as 18h da tarde, sem o uso de protetor solar, preferencialmente nos braços e/ou pernas. Dessa maneira, o contato da luz solar com a pele vai garantir a produção de vitamina D pelo próprio organismo.

Via suplementação hoje a forma mais eficaz trata-se da Vitamina D Lipossomal, que é a vitamina envolta em lipossomas, o que garante uma absorção superior, veja mais abaixo.

Vitamina D Lipossomal

Quando falamos em Vitamina D na forma Lipossomal queremos dizer que a Vitamina D3 passou por uma tecnologia para ser envolvida por uma camada externa de fosfolipídeos contidos no óleo de girassol. Ao ser lipossomada ela possui maior absorção e é melhor utilizada dentro do organismo.

A Vitamina D3 fica envolvida por pequenas partículas de lipossomas que protegem o seu componente ativo e facilitam a absorção intestinal. Esse processo o qual é submetido a Vitamina D3 torna a sua absorção eficiente, por ser melhor assimilada pelo organismo.

A carência de vitamina D pode sim causar problemas, mas é fácil de suplementar e tratar a condição, evitando seus efeitos colaterais indesejados para a saúde.

Você tem o hábito de consumir – ou produzir – vitamina D em sua rotina? Conte para a gente!

12 respostas em “Falta da Vitamina D – Pode causar problemas?”

Olá Priscila, infelizmente a maioria da população está com deficiência de Vitamina D e precisa fazer uso de suplementos. Você deve seguir a orientação médica.

Olá Maria, a Vitamina D não age diretamente sobre essas desordens, entretanto, há alguns estudos que relacionam a deficiência de Vitamina D com a hipertensão e fadiga crônica que pode ser uma das manifestações clínicas da depressão.

Estou com muita falta de vitamina D que está causando muitas doenças. Por exemplo diabete depressão mudanças de humor em fim quase todos os sintomas causadas por falta de vitamina D .a minha médica clínica geral não me recomendou nada nem me orientou em nada apenas me deu uma bronca.e fiquei sem saber o que causou está falta é principalmente o que fazer.pra melhorar isso .o que eu fasso?

Olá Ester, infelizmente a maioria da população está deficiente de Vitamina D. Geralmente a causa é a baixa exposição ao sol, que é a via de maior produção da Vitamina D. Em casos em que há deficiência desta Vitamina, a recomendação é a suplementação com a forma ativa: D3 ou colecalciferol. Procure um profissional nutricionista para avaliar a sua necessidade de suplementação.

Bom dia. Ja rive2 deficiência, e meu médico recomendou repor com remédios, meu filho também. O sol das 10 há a 15 hs6 contém muuta vitamina. acredito que seja culpa sua… Mais existe como repor. Estimo melhoras.. Busque ajuda

Olá Nilceia! Realmente a falta de exposição ao sol contribui muito para a deficiência de Vitamina D. Os profissionais da saúde tentam achar uma alternativa para esta orientação, pois, a exposição ao sol em alguns horários, apesar de aumentar a produção de Vitamina D, podem ser nocivos à saúde. Por isso, a suplementação tem sido orientada em muitos casos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *