Categorias
Nutra-se Suplementos

Por que a nossa pele é o órgão que mais precisa de Coenzima Q10?

Entenda qual a importância da Coenzima Q10 para a pele

Quando se fala em envelhecimento, certamente o órgão ao qual este processo fica mais evidenciado, é a pele. Vários fatores podem contribuir para aumentar esse processo, levando ao envelhecimento precoce. Isso poderá ser refletido em aspectos mais visíveis sobre a pele, que certamente, é um fator que causa muito descontentamento entre as mulheres. Por isso, busca-se alternativas para retardar esse processo, ou amenizar sinais que naturalmente vão surgindo. Dentre os fatores que podem ajudar a acelerar este processo é a exposição aos radicais livres e a baixa disponibilidade ou produção, de nutrientes chave para a manutenção da pele, que é o caso da Coenzima Q10.

Envelhecimento x pele

O envelhecimento é um processo fisiológico, natural e que está acontecendo a partir do momento em que nascemos. É um conjunto de fatores que acontecem em vários órgãos e sistemas, que vai ocorrendo alterações em seu funcionamento. Apesar de existir características específicas que definem o processo de envelhecimento em todos os órgãos, a velocidade e alterações sentidas, podem ser diferentes em comparação à pessoas com a mesma idade. Quando falamos em pele, os fatores extrínsecos mais visíveis são: aparecimento de rugas, manchas, ressecamento e perda da firmeza na pele. Inúmeros aspectos ambientais como alimentação, hábitos de vida no geral, uso de proteção solar, ingestão de água, são os grandes influenciadores na velocidade do envelhecimento. Entretanto, um fator muito relevante deste processo, são fatores endógenos de produção de compostos responsáveis pela estrutura, saúde e manutenção da pele. Um desses compostos é a Coenzima Q10, que com o passar da idade, tem a sua produção diminuída no organismo. Outro fator que é decisivo nos aspectos de envelhecimento, é a ação dos radicais livres sobre a pele. Neste quesito, a Coenzima Q10 torna-se é fundamental para neutralizar a ação dos radicais livres e assim retardar o processo de envelhecimento.  

O que é Coenzima Q10?

A Coenzima Q10 é uma molécula produzida pelo nosso organismo e faz parte das mitocôndrias das células. Nas mitocôndrias é onde ocorre a produção de energia que é distribuída para todo o organismo. Com isso, a Coenzima Q10 é um elemento chave da cadeia que gera energia nas mitocôndrias. A Coenzima Q10 está presente e também é muito importante para vários órgãos como coração, fígado, cérebro, músculos, mas é principalmente encontrada na epiderme e na derme. Ela está presente nas células humanas e tem ação antioxidante, que neutraliza a ação dos radicais livres, impedindo que ele causa danos às células. Durante todos os processos metabólicos que ocorrem no organismo, acontece continuamente a produção de radicais livres. Os compostos antioxidantes atuam justamente para limitar os níveis de radicais livres e impedir danos celulares. Eles são os responsáveis pelo mecanismo de defesa (redução e inibição) das lesões que os radicais livres podem causar nas células.

Quais as consequências da falta de Coenzima Q10 na pele

A deficiência de Coenzima Q10 é notada com níveis reduzidos de Coenzima Q10 em tecidos e células. O processo de envelhecimento, pode ser uma das causas da deficiência, pois ele é acompanhado pela diminuição da capacidade do organismo em produzir Coenzima Q10 suficiente para a sua demanda. Defeito genético, produção prejudicada, presença de certas doenças ou um aumento da demanda de Coenzima Q10 no organismo, também podem refletir na sua baixa concentração.

Sendo a Coenzima Q10 uma barreira natural de proteção da pele, pela sua capacidade antioxidante contra agressões dos radicais livres e do fotoenvelhecimento, por inibir a peroxidação lipídica das células e estimular o sistema imune da pele,  as consequências da sua deficiência, podem ser literalmente “sentidas na pele”. A Coenzima Q10 não só acompanha o processo de envelhecimento, mas também é em parte, responsável pelas características aparentes do envelhecimento na pele, a medida que sua produção tem níveis reduzidos dentro do organismo.

Sinais dos danos causados pelos radicais livre na pele

Um organismo cujo mecanismo de defesa antioxidante está prejudicado, pode apresentar sinais da ação dos radicais livres sobre a pele:

– Aparecimento de rugas

– Manchas

– Maior sensibilidade

– Aspecto envelhecido

– Ressecamento

– Perda de brilho

Porque a nossa pele precisa tanto de Coenzima Q10?

Quanto maior é a produção e exposição aos radicais livres, maior é a demanda do organismo por Coenzima Q10 e outros compostos antioxidantes. Se há um desequilíbrio entre a produção (aumentada) de radicais livres e uma limitada ação do mecanismo antioxidante, seja por falta de Coenzima Q10 ou pelo fato de “não dar conta” da demanda, instaura-se o processo de estresse oxidativo. Vamos analisar juntos: pensando que, já temos uma quantidade diminuída de produção de Coenzima Q10 por conta de um processo natural do corpo, sendo ela necessária a diversos órgãos vitais como: coração, cérebro e fígado, o nosso organismo vai preferir enviar essa Coenzima Q10 disponível para a pele ou para órgãos vitais? Isso mesmo! A deficiência ou limitação de Coenzima Q10 no organismo, pode fazer com que ela seja extremamente necessária na pele, visto que, este não é um órgão prioritário, digamos assim. Por outro lado, sendo ela a barreira de proteção natural da pele e por todas as funções que a Coenzima Q10 exerce sobre ela é importante fazer sua reposição. Por isso, a suplementação de Coenzima Q10 é indicada para quem deseja reforçar o mecanismo de defesa antioxidante, principalmente na pele, que poderá ser um dos órgãos mais afetados pela sua deficiência.

Suplemento ou creme: Como devo usar a Coenzima Q10?

A pele é o maior tecido do corpo humano e atua como barreira protetora do meio externo e cerca o conteúdo interno: água, nutrientes e eletrólitos. Todas as células e estruturas que compõem a pele, trabalham de forma sinérgica para garantir as funções que ela precisa exercer. Todos os nutrientes envolvidos nesse trabalho, precisam estar disponíveis para esse trabalho harmônico se manter. A nutrição e hidratação da pele é um processo que acontece de dentro para fora. Isso quer dizer que se falta algum nutriente, ou se você não bebe água o suficiente, isso será refletido na sua aparência ou hidratação da pele. Por isso, indica-se o uso da Coenzima Q10 na forma de suplemento, para que seja oferecido ao organismo quantidades suficientes para a sua demanda. Estando a Coenzima Q10 disponível no organismo e principalmente para o uso na derme e epiderme, que são os locais de necessidade, ela vai atuar para o retardo do envelhecimento com seu papel antioxidante. A coenzima Q10 age para neutralizar os radicais livres, protegendo as células de sofrerem danos. Afinal os impactos do envelhecimento da pele, com a ação dos radicais livres, estão diretamente relacionados com a oxidação de enzimas, proteínas, DNA, RNA, membranas das células e a quebra de colágeno. E qual a consequência dessa ação? Dano e morte celular.

Alguns estudos com uso tópico de Coenzima Q10 também demonstraram melhora nos aspectos relacionados à amenização de rugas. Os cosméticos com Coenzima Q10 visam oferecer proteção antioxidante. Mas acredita-se que para a Coenzima Q10 atuar de forma mais profunda, e para que ela efetivamente chegue nas camadas mais internas e dentro das mitocôndrias nas células, é preciso que ela seja ingerida. O consumo da Coenzima Q10, vai aumentar a capacidade de atividade antioxidante da pele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.