Categorias
Saúde em Foco

Saiba como melhorar os sintomas da TPM

A Tensão pré-menstrual ou TPM é um termo que abrange um conjunto de sintomas comportamentais, emocionais, cognitivos e físicos, que ocorrem dias antes da menstruação e diminuem após o período menstrual.

De acordo com dados apresentados por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, a TPM atinge cerca de 80% das brasileiras entre 18 e 35 anos. Embora a maioria dos casos seja considerável saudável, algumas mulheres sofrem mais com os sintomas apresentados, podendo comprometer a qualidade de vida, pela diminuição do rendimento no trabalho, por afetar suas relações interpessoais, necessitando por vezes realizar mudanças em suas atividades diárias devido à intensidade dos efeitos da TPM.

Os sintomas mais comuns da TPM são cólicas, irritabilidade, variação de humor, acne, inchaço abdominal, diarreia, sensibilidade nas mamas e dor de cabeça. Tanto a intensidade, quanto a duração desses efeitos, varia muito de mulher para mulher.

Atualmente já se sabe que a TPM não é apenas um fator psicológico, nem “frescura” feminina, pois trata-se de uma alteração fisiológica provocada por um desequilíbrio hormonal. Ela está relacionada com a diminuição da progesterona e o aumento do estrogênio, que desencadeia uma série de efeitos no organismo feminino. O que ocorre é que os sintomas não são sempre iguais, algumas mulheres podem ter mais sensibilidade que outras, bem como, apresentarem um conjunto maior de sintomas.

Não existe cura para a TPM, mas alguns tratamentos tópicos, medicamentos e suplementos podem aliviar os sintomas. Confira alguns suplementos que podem te ajudar de forma mais natural:

Óleo de Prímula e Borragem

São fontes de Ácido Graxo essencial Ômega 6, que é precursor das prostaglandinas anti-inflamatórias. Esses óleos são especificamente ricos em ácido gamalinolênico (GLA), muito usados no tratamento da TPM e processos inflamatórios. O Ômega 6 por possuir ação anti-inflamatória, pode ser usado no tratamento da TPM, podendo melhorar os sintomas e edemas. Na NatusVita, você encontra o Óleo de Prímula e de Borragem em um único produto, o MAX EFA. Ele ainda agrega em sua formulação o Óleo de Linhaça que possui Ômega 3 que otimiza o potencial anti-inflamatório, melhorando em muito os sintomas da TPM.

Triptofano

É um aminoácido essencial para a produção de serotonina, o “hormônio do bem estar”, que durante a TPM sofre uma diminuição temporária no organismo e com isso são desencadeados muitos sintomas ligados ao comportamento e à emoção. A Serotonina ajuda a aliviar os sintomas da TPM, melhorando o humor, a irritabilidade e os sinais ligados ao bem estar. Suplemento a base de Triptofano que oferece 100% de pureza, você encontra na NatusVita.

Vitamina E

É um nutriente com ação anti-inflamatória utilizado no tratamento da TPM. Normalmente, as dores presentes no período da TPM, são causadas por processos inflamatórios que estão ocorrendo no organismo. A Vitamina E atua no combate a esses processos inflamatórios, por diminuir a síntese de prostaglandinas, alivia a ansiedade e a sensibilidade mamária. A Vitamina E da NatusVita é uma formulação concentrada que oferece mais de 100% da recomendação diária.

Magnésio Dimalato

O mineral magnésio é um importante modulador da inflamação e age como antagonista do cálcio no músculo liso atuando na diminuição das cólicas. O Magnésio Dimalato também possui inúmeros benefícios relacionados ao bem estar.

Cálcio

mulheres com baixos níveis de cálcio plasmático apresentam sintomas da TPM acentuados. O cálcio extracelular, afeta e excitabilidade dos tecidos neuromusculares envolvidos na regulação da emoção. Por isso, é preciso garantir o consumo adequado de cálcio para aliviar os sintomas da TPM, seja pela alimentação ou suplementação.

Vitamina B6

Melhora o enjôo, as dores de cabeça e diminui a irritabilidade. Melhora a produção de serotonina (neurotransmissor responsável pelo prazer e bem estar).

Sabendo que é possível atenuar os sintomas da TPM de forma natural, consulte um profissional nutricionista e solicite uma prescrição individualizada de acordo com os sintomas que você apresenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.