Categorias
Beleza

Exposição solar: Como proteger a pele de dentro para fora?

A exposição solar excessiva pode trazer prejuízos para a pele, por isso, preparamos uma lista com os melhores protetores naturais da pele, para você se proteger de dentro para fora.

Com o verão, o aumento da temperatura, aumenta também a exposição aos raios ultravioleta, que podem ser prejudiciais à pele. Os danos causados ​​pela radiação UV são devidos, em parte, à geração de radicais livres, que podem acelerar o processo de envelhecimento e aumentar o risco pra doenças de pele.

Além daqueles cuidados básicos de evitar o sol em períodos críticos, usar protetor e se hidratar, é preciso ter uma alimentação mais colorida, que quer dizer rica em antioxidantes. Esses antioxidantes funcionam como co-fator biológico que desempenham funções como: combate à formação dos radicais livres, proteção da pele contra os raios UV e diminuição do eritema, da formação de células de queimadura solar e da sensibilidade da pele após a exposição da luz UV.

Pensando na importância do consumo adequado de antioxidantes com ação fotoprotetora, principalmente quando a exposição solar é maior, conheça os top antioxidantes que podem ajudar a proteger a sua pele nesse verão:

Betacaroteno

Ele atua como antioxidante na saúde da pele e está ligado a fatores de crescimento, diferenciação e renovação celular. Por favorecer a regeneração celular da pele, auxilia no combate aos sinais comuns da idade, normaliza o aspecto ressecado da pele, deixando ela mais viçosa e saudável.  Além de penetrar na pele e normalizar o processo de queratinização, deixando-a mais lisa e macia. E, também, favorece a produção e mantém os níveis normais de melanina. A melanina é a substância responsável por conferir cor à pele e manter o bronzeado por mais tempo.

Vitamina C

Ela combate os danos causados pelos radicais livres sobre a pele. Ela também é necessária pra síntese de colágeno, o maior constituinte da pele, melhorando a sua textura e firmeza. Outra questão a se considerar, é que os níveis de vitamina C na pele podem diminuir após a irradiação solar e isso reduz o seu mecanismo de proteção natural, e prejudica a cicatrização da pele após os danos induzidos pelos raios UV.

Vitamina E

É o antioxidante lipossolúvel mais importante da célula. Possui um papel fundamental na proteção do corpo contra os efeitos prejudiciais dos radicais livres, que são formados metabolicamente ou que são encontradas no ambiente.  Localizada na membrana celular ela protege a membrana da degradação oxidativa. Pelo fato de atuar como um varredor de radicais livres de membrana, a vitamina E é um componente importante do sistema de defesa antioxidante celular. Ela é importante na proteção do organismo contra e no tratamento de condições relacionadas ao estresse oxidativo, como o envelhecimento.

Portanto, ela age como um regenerador da pele que sofreu ação do tempo, do sol, da poluição e estresse oxidativo, principalmente por proteger membranas contra a lipoperoxidação. Muito utilizada em formulações rejuvenescedoras e protetoras da pele, pela sua capacidade de fotoproteção antioxidante.

Licopeno

O Licopeno é um carotenoide com potente ação antioxidante sem a atividade pró-vitamina A (não se converte em Vitamina A). Ele é lipossolúvel, predominante no plasma e nos tecidos humanos como a pele. O licopeno tem sido relatado como o antioxidante mais rapidamente esgotado na pele após a irradiação UV, e assim pode desempenhar um papel protetor. 

Um dos efeitos benéficos ativamente investigados do licopeno é justamente essa ação fotoprotetora contra danos induzidos por UV à pele humana que também podem contribuir para o envelhecimento da pele. Os mecanismos por trás desses fenômenos não são totalmente claros, sendo atualmente explicados pela ação antioxidante.

A pele humana é constantemente exposta à irradiação UV que pode induzir uma série de alterações celulares patobiológicas. Através da peroxidação lipídica, ligação cruzada de proteínas e danos no DNA, a radiação UVA e UVB (UVR) pode causar fotoenvelhecimento e fotocarcinogênese. O licopeno é um poderoso antioxidante tanto in vitro quanto in vivo contra a oxidação de proteínas, lipídios e DNA, e foi identificado como um dos mais potentes catadores de espécies singlet de radicais livres de oxigênio — o mais alto entre os carotenoides.

Pesquisas recentes foram desenvolvidas para avaliar se o licopeno tem potencial para prevenção do câncer de pele. De fato, o licopeno tem sido demonstrado para inibir a proliferação de vários tipos de células cancerosas através de diferentes mecanismos.

Astaxantina

A Astaxantina é um pigmento natural que pertence a classe dos carotenoides, que é produzida principalmente por algas (Haematococcus pluvialis).

A Astaxantina tem grande importância na saúde devido ao seu elevado potencial antioxidante, sendo 100 vezes mais potente se comparado à atividade antioxidante do α-tocoferol, aproximadamente 10 vezes maior que outros carotenoides. Com sua potente ação antioxidante, ela é capaz de absorver a energia de excitação da estrutura de radicais livres, reagindo com eles, promovendo a sua própria degradação e prevenindo assim, que outras moléculas ou tecidos sejam danificados. Ao reagir com a estrutura desses compostos, a Astaxantina produz produtos inofensivos ou promove a interrupção das reações em cadeia de radicais livres.

Com isso ela pode ser usada como fator de fotoproteção: proteção contra os efeitos da luz ultravioleta (UV) nas membranas celulares, DNA, tecidos e pele.

E, que tal um suplemento que reúne os mais potentes antioxidantes, que além de atuarem na saúde da pele, podem trazer inúmeros benefícios para saúde? O ResvAstax Upper contém: Astaxantina, Licopeno, Vitamina C, Vitamina E, Resveratrol e Magnésio.

Por isso, além do bloqueador solar não esqueça que a fotoproteção da pele também precisa acontecer de dentro para fora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.